O Observatório Cidadão para Saúde (OCS) e a Associação Pfuka Uhanya assinaram, na semana finda, um memorando de entendimento que estabelece a realização de auditoria social sobre a provisão dos serviços de saúde a nível da cidade de Maputo.
O memorando foi assinado pelo Coordenador do Pilar de Participação Pública, António Mate, em representação ao OCS, e por Paulo Chimera, coordenador da associação Pfuka Uhanya
Falando na ocasião, Mate disse que o memorando vai contribuir para a melhoraria das pesquisas do OCS sobre os direitos e deveres do doente no Sistema Nacional de Saúde.
“Queremos aferir o nível de qualidade de infra-estruturas das unidades sanitárias, assim como todos os aspectos que visam humanizar os serviços de saúde. Queremos criar um diálogo entre as OCB’s e direcções clínicas para a melhoria da prestação de serviço de saúde”, disse o coordenador.
Por seu turno, Chimera explicou que a assinatura é uma mais valia porque contribuirá para a melhoria dos serviços de saúde, através de processos de monitoria.
A pesquisa em alusão inicia no dia 11 de Abril na cidade de Maputo.
Importa sublinhar que esta é a segunda fase da auditoria social sobre a provisão dos serviços de saúde a nível da cidade de Maputo. O OCS tem estado a realizar várias pesquisas com outras organizações da sociedade civil.
Em parceria com a associação Pfuka Uhanya, o OCS, realiza, desde 2020, a pesquisa sobre a Monitoria dos Serviços de Saúde em Tempos da Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.